Guia de Como Montar uma Loja de Artesanato

Guia de Como Montar uma Loja de Artesanato

Tempo de leitura: 10 minutos

Está pensando em como montar uma loja de artesanato? Neste guia você vou te apresentar tudo que você precisa saber para iniciar nesse negócio apaixonante.

O artesanato é a maior forma de expressão da cultura de um povo e está presente em nossas vidas desde as épocas mais antigas.

Pela diversidade de opções é uma excelente forma de geração de renda e sustento de muitas famílias.

Como negócio, os números sinalizam que é uma atividade muita atraente.

Dados de 2018 mostram que o mercado de artesanato no Brasil movimenta R$ 50 bilhões por ano e serve como sustento de cerca de 10 milhões de família.

Diante desses números, é fácil perceber que o artesanato se apresenta como uma ótima oportunidade de negócio.

Bom, vamos descobrir como você deve fazer para ter sucesso nesse ramo?

1 – Planejamento

Planejamento de como montar uma loja de artesanato
Planejamento

O primeiro passo que você deve ter em mente é que você vai precisar de um bom planejamento.

Muitos empreendedores não dão a devida importância ao planejamento e acabam não tendo sucesso e fechando o negócio tempos depois.

Essa é uma parte chata, mas é de extrema importância montar um bom Plano de Negócios.

Nesse plano você deverá organizar as ideias de como será o seu negócio.

Assim, o plano servirá para você identificar os produtos e serviços que irá oferecer, seus clientes, concorrentes, fornecedores e, principalmente, sobre os pontos fortes e fracos do seu negócio

Para saber mais detalhes, baixe aqui um documento completo de “Como Elaborar um Plano de Negócios” em PDF, elaborado pelo SEBRAE.

2 – Forma de Atuação

Nem todo mundo que deseja abrir uma loja de artesanato é o próprio artesão.

Dessa forma, é importante saber que existem basicamente 5 tipos de segmentos em que você pode atuar:

  • Venda de produtos artesanais com fabricação própria.
  • Loja de produtos artesanais com fabricação de terceiros para revenda.
  • Loja mista com produção artesanal própria e de terceiros
  • Loja que vende materiais para quem faz artesanato
  • Ou uma loja que engloba tudo isso. Produtos prontos e materiais para artesãos.

 Isso é importante para definir bem o seu público, a sua estrutura e como será sua organização.

3 – Quais os Produtos Você Vai Vender

produtos da loja de artesanato
Produtos

Além de definir como deverá atuar, você também precisará definir quais os produtos que irá trabalhar.

Se você já faz trabalha com artesanato fica mais fácil, pois provavelmente vai começar com seus próprios produtos e com similares.

Daí a importância de verificar na sua região o que as pessoas mais procuram e qual a deficiência das lojas que atuam nesse setor.

Muito embora, uma loja de artesanato pode oferecer uma grande variedade de produtos, para diversos tipos de gostos.

No caso de fabricação própria, é importante ter uma boa organização e ter auxiliares para ajudar nessa etapa.

fabrica de laços e tiaras
Clique para Conhecer

O capricho na fabricação e os detalhes de cada peça são fundamentais para o seu sucesso.

Outro ponto importante é a utilização de materiais de qualidade, pois isso pode ser o diferencial nesse ramo.

Agora, se você vai revender produtos, o ideal é definir qual linha vai seguir e procurar os melhores produtos e fornecedores.

Você pode fazer parcerias com artesãos da sua região e que fazem um bom trabalho .

Para saber outras ideias de artesanatos, veja esse outro artigo aqui do site.

>> Artesanato Fácil: Top Ideias para Ganhar Dinheiro em Casa

4 – Localização

A localização é outro fator de extrema importância para qualquer negócio de sucesso.

Por isso, é um fator que deve ser analisado dentro do seu plano de negócio.

Fatores como capacidade de investimento, tamanho da loja, público alvo, linha de produtos e custos devem ser levados em consideração.

Uma boa localização requer um local estratégico onde tenha boa visibilidade e haja grande fluxo de pessoas.

Regiões turísticas costumam abrigar grandes oportunidades, mas a concorrência também é mais alta.

Locais como Galerias, Shoppings, Centros Comerciais, Pontos Turísticos ou ruas com alta circulação de pessoas são ótimas opções.

Contudo, é de grande importância considerar o custo-benefício de cada estabelecimento.

Se sua opção for trabalhar dentro de casa, é necessário medir todos esses fatores, pois provavelmente precisará investir mais em marketing de divulgação.

5 – Estrutura do Local

Estrutura da loja de artesanato
Estrutura do Local

Segundo o SEBRAE, a área mínima necessária para montar uma loja de artesanato é de cerca de 20 metros quadrados.

Além disso, você vai precisar de:

  • Local para armazenagem dos produtos e matéria prima (estoque)
  • Local para exposição com prateleiras ou expositores
  • Balcão de atendimento / Caixa
  • Móveis de escritório
  • Equipamentos como computadores, impressora, telefones, maquinas de cartão, etc

Você pode pensar também na possibilidade de banheiro e área de serviços, por exemplo.

Para o trabalho em casa, o ideal é ter um espaço separado para montagem dessa estrutura.

Separar o ambiente de trabalho do residencial tem lá suas vantagens, pois mostra um ar mais profissional ao negócio.

6 – Exigências Legais

Para você trabalhar de forma legalizada é necessário seguir alguns procedimentos.

Hoje em dia, o trabalho com artesanato de pequeno porte poderá ser formalizado na forma de Micro Empreendedor Individual.

Essa categoria permite que você consiga se tornar uma pessoa jurídica de forma rápida e fácil.

Se tornando MEI você adquiri um CNPJ e um Alvará de funcionamento, e pode contratar até 01 empregado com remuneração de um salário mínimo ou piso salarial da categoria.

A Formalização como MEI é feita diretamente pela internet e o CNPJ e Alvará saem na hora.

O imposto que você pagará se tornando MEI é de R$ 48,70 (Base 2018). Baixíssimo por sinal.

Você também não precisará de contador para tocar o negócio.

Então, para você que está iniciando, vale a pena estudar essa possibilidade.

Já se você pretende ter uma estrutura maior, com mais funcionários, por exemplo, será necessário a abertura de uma empresa nos moldes tradicionais.

Neste caso, precisará contratar um contador que providenciará a legalização do negócio.

Os passos para a abertura da empresa são:

  • Consulta Comercial
  • Busca de Nome e Marca
  • Criação e arquivamento do Contrato Social
  • Solicitação de CNPJ
  • Solicitação da Inscrição Estadual
  • Alvara de licença e Registro na Secretaria Municipal de fazenda
  • Matrícula no INSS

Além disso, as obrigações tributárias, os custos mensais com tributos e escritório de contabilidade são bem maiores.

Portanto, avalie bem essas condições.

7 – Equipe de Trabalho

Equipe de trabalho de artesanato
Equipe de Trabalho

Todo empreendimento que está começando tem seus custos e riscos.

E a Folha de Pagamento é responsável por boa parte dos custos de um empresa.

No caso de uma loja de artesanato, o ideal é começar com uma equipe bem enxuta.

Assim você reduz os custos iniciais com a folha de pagamento.

Basicamente, você vai precisar de:

  • 1 Vendedor – Responsável pelo atendimento ao cliente e organização da loja e mercadorias
  • 1 Caixa/Supervisor – Responsável pelo caixa e pela gestão da loja no geral.

Quando o volume do negócio aumentar, aí sim você pode pensar em aumentar o número de funcionários.

Lembrando que como MEI, além de você, só poderá ter mais um funcionário apenas mesmo.

8 – Investimento Inicial

Diversas são as variáveis que influenciam no investimento inicial de uma Loja de Artesanato.

Entre elas podemos destacar:

  • Localização
  • Tipo do imóvel
  • Tamanho da loja
  • Equipamentos
  • Tamanho do Estoque
  • Investimentos

Porém, considerando uma estrutura enxuta de 20 metros quadrados, podemos considerar um investimento inicial de R$ 50.000.

  • Reformas: R$ 7.000
  • Aluguel: R$ 1.500
  • Móveis e Equipamentos: R$ 8.000
  • Estoque Inicial: R$ 20.000
  • Capital de Giro: R$ 10.000
  • Divulgação: R$ 1.500
  • Outras despesas: R$ 2.000

Esse valor é apenas uma referência e pode ser maior ou menor, dependendo das variáveis a serem utilizadas.

E é claro que com criatividade e sabendo aproveitar as oportunidades é possível começar com um valor bem menor

Existem muitos empreendedores que conseguem começar com menos de R$ 10 mil.

9 – Custos Mensais

Custo Mensal para iniciar uma loja de artesanato
Custos Mensais

Muitos empreendimentos fecham as portas pois não levam em consideração os custos mensais.

É preciso ficar atento para os seguintes custos:

  • Aluguel
  • Água, Luz e Telefone.
  • Folha de Pagamento
  • Matéria Prima
  • Reposição de Estoque
  • Material de Escritório
  • Tributos
  • Taxas com venda em cartão

Seu faturamento deve ser capaz de pagar os custos mensais e ainda sobrar valor para reinvestimento e capital de giro.

10 – Faturamento

Estima-se que o faturamento médio de uma loja de artesanato fique na faixa de R$ 12.000 mil

Já o Lucro mensal gira na casa de R$ 4000.

Porém, são muitos os casos de pessoas que ganham valores superiores a esse trabalhando com artesanato.

Todas essas questões de Investimento, Custos e Faturamento são indicadores que variam muito de caso para caso.

11 – Outros Fatores que Podem Levar ao Sucesso

fatores de sucesso do negocio
Outros Fatores de Sucesso

Invista em Treinamento

Por mais que você conheça bastante do seu negócio, investir em treinamento, tanto seu como de sua equipe, pode ser o diferencial para o sucesso.

E uma das formas que fazem você vender mais e melhor, é aprender a gerenciar o seu negócio de artesanato.

Por isso, nada melhor do que receber um treinamento para responder dúvidas como:

  • COMO SE ORGANIZAR PARA TRABALHAR EM CASA
  • COMO ENCONTRAR O PREÇO DE CUSTO DO SEU TRABALHO
  • COMO ENCONTRAR O VALOR DA MARGEM DE LUCRO DO SEU TRABALHO
  • COMO ENCONTRAR O VALOR DA MÃO DE OBRA DO SEU TRABALHO
  • COMO ORGANIZAR AS FINANÇAS: CONTROLES FINANCEIROS E DIFERENÇA DE DESPESAS PESSOAIS DE DESPESAS DO NEGÓCIO
  • COMO CONSTRUIR UMA MARCA QUE VENDE

Foi pensando nisso, que durante minha pesquisa encontrei o treinamento MEU NEGÓCIO DE ARTESANATO que mostra como você pode se organizar para lucrar cada vez mais.

Para conhecer clique no botão abaixo.

TREINAMENTO MEU NEGÓCIO DE ARTESANATO

Invista na Venda OnLine

Nos dias de hoje está cada vez mais fácil vender pela internet.

Você pode montar sua própria loja virtual ou utilizar plataformas como a ELO7, Mercado Livre ou OLX para oferecer seu produto na internet.

Também pode utilizar os grupo de vendas do Facebook ou criar um grupo no Whatsapp.

Invista em Divulgação

Já ouviu falar que a propaganda é a alma do negócio?

Pois é verdade, um boa e efetiva divulgação traz excelentes resultados.

Se Diferencie dos Seus Concorrentes

Aposte em algum diferencial que o torne lembrado pelos seus clientes.

Ofereça ao seu cliente um produto, serviço ou atendimento diferenciado.

Dessa forma, além de fidelizar mais clientes, conseguirá vender produtos com preços mais caros que os demais.

Aqui é onde a criatividade deve se fazer mais presente.

E um bom empreendedor deve ser capaz de adquirir essa capacidade.

Gostou do Guia de Como Montar uma Loja de Artesanato?

Então deixe seu comentário abaixo!!

Descubra Também!!

>> Top Ideias para Ganhar Dinheiro com Artesanato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *